PREFEITURA SE MANIFESTA SOBRE RUMOR DE VOLTA DAS AULAS PRESENCIAIS EM TRÊS PONTAS

“ATÉ QUE TODOS TENHAM SUA SEGURANÇA GARANTIDA AS AULAS PRESENCIAIS NÃO VOLTARÃO!” Nesta quarta-feira, 23 de setembro de 2020, o Governo do Estado de Minas Gerais divulgou na imprensa e posteriormente por meio da Deliberação do Comitê Extraordinário Covid-19 nº 89/2020, que os municípios das macrorregiões em Onda Verde do Plano Minas Consciente poderão reabrir suas escolas a partir de 5 de outubro de 2020, adotando “protocolos específicos”. Imediatamente a Prefeitura Municipal de Três Pontas, através da Secretaria Municipal, de Educação se pronunciou em nota. Acompanhe: “Sobre a referida notícia que envolve toda a rede de ensino municipal e que

MAIS UM: ACIDENTES CONTINUAM ACONTECENDO NO TREVO PADRE VICTOR EM TRÊS PONTAS

O CASO MAIS RECENTE FOI NA MANHÃ DESTA QUINTA-FEIRA (24) ENVOLVENDO UMA CARRETA CARREGADA COM CIMENTO. Um novo acidente de trânsito foi registrado no fim da manhã desta quinta-feira (24) no Trevo Padre Victor, entrada para Três Pontas. Novamente um motorista de caminhão perdeu o controle de direção provocando um tombamento. Nossa reportagem esteve no local e acompanhou os trabalhos, coordenados inicialmente pela Polícia Militar de Três Pontas – que isolou o trecho – até a chegada da Polícia Rodoviária Estadual. Felizmente os perdas foram apenas materiais. O único ocupante da carreta Scania sofreu ferimentos leves e não precisou de

Cocatrel ultrapassa a marca recorde de 2 milhões de sacas recebidas 

Cooperativa atribui resultado à profissionalização do produtor aliada a fatores como competência dos funcionários, investimentos assertivos e prestação de serviços de qualidade ao cooperado. 2 milhões de sacas recebidas, esse é o relevante número alcançado, até o momento, pela Cooperativa dos Cafeicultores da Zona de Três Pontas (Cocatrel), na safra ainda em andamento. Um resultado que celebra um ano de muito trabalho, dedicação dos funcionários e que reforça o propósito da cooperativa de ser base, estar perto e de ser totalmente segura para o negócio do cooperado. “Uma meta que envolve cada um dos setores da cooperativa, que trabalharam muito

ESPECIAL PADRE VICTOR: Missa de Beatificação de Padre Victor reuniu 25 mil fiéis em Três Pontas. Relembre!

Três Pontas, com cerca de 57 mil habitantes, se preparou para receber milhares de romeiros e devotos de Padre Victor, muito venerado na região. A cerimônia foi realizada no aeroporto municipal, às 16 horas de um sábado inesquecível, dia 14 de novembro de 2015. A cidade está localizada a 291 quilômetros de Belo Horizonte e a 344 quilômetros de São Paulo, com acesso pela Rodovia Fernão Dias no trevo de Varginha. Mais de 25 mil fiéis acompanharam a Santa Missa, na qual o Padre Francisco de Paula Victor foi beatificado. Foram 22 anos de espera e mais de 100 anos

ESPECIAL PADRE VICTOR: relembre o milagre comprovado e atribuído à Padre Victor que efetivou sua Beatificação em 2015

O Papa Francisco reconheceu em junho de 2015 um milagre atribuído à intercessão do Padre Victor – o caso de uma gravidez considerada impossível pelos médicos de Maria Isabel de Figueiredo, que tinha retirado uma trompa após uma gravidez tubária e estava com a outra obstruída. Depois de rezar uma novena a Padre Victor, a mulher engravidou e deu à luz uma menina, Sofia. “Os médicos disseram que eu só engravidaria se fizesse a fertilização in vitro ou se ocorresse um milagre. Decidi esperar por um milagre e deu certo”, disse Maria Isabel. Professora da rede municipal de ensino e

ESPECIAL PADRE VICTOR: JOVEM ESCRAVO QUE MUDOU A PRÓPRIA HISTÓRIA

Francisco de Paula Victor (12 de abril de 1827 – 23 de setembro de 1905) nasceu escravo em Campanha (MG) e, contra todos os preconceitos da época, conseguiu realizar o sonho de ser padre. Padre Victor foi batizado, em 20 de abril do mesmo ano, pelo padre Antônio Manoel Teixeira. Era filho da escrava Lourença Maria de Jesus. Sua madrinha de Batismo foi a senhora Marianna Bárbara Ferreira. Pregou, pelo exemplo, a fé, a esperança, a justiça, a obediência e sobretudo, a caridade. Amava a Deus na pessoa do seu semelhante, de modo especial nos mais pobres. Os paroquianos, em

TEMPO DA VIDA por JUAREZ ALVARENGA

Contemplar o tempo é elevar a si mesmo. Sua sabedoria contida é como uma biblioteca, com exemplares a nossa disposição. É no tempo que está nosso estigma e é com ele que construímos nossa história. A obediência ao tempo da vida chega a nos escravizar, mas é com ela que libertamos das senzalas promiscuas, como os pássaros da gaiola, a procura de conquistas inteligentes. Em toda história humana há cicatrizes que insistem em perpetuar no tempo, porém com o seu decorrer vai deteriorando lentamente. Brincar com o tempo é como a noite estrelada que brinca com o dia solar, disputando

PESADELOS E SONHOS por Nilson Lattari

E então acordamos suando frio, com aquela sensação de que ainda estamos voltando à realidade, lembrando de algo que aconteceu mas não está mais ali. Pesadelos têm vida curta e nos assustam, deixam um pressentimento, uma sensação de aviso, uma premonição. Sonhos maravilhosos também, na mesma medida nos encantam, nos embalam, e a sensação de que ele poderia ser realidade é um desejo que fica perdurando ao longo do dia. Assim como nos sonhos não podemos continuar vivendo, nos pesadelos a nossa presença não é desejada. O mundo real e o mundo irreal são assim, construídos de pesadelos e sonhos.

LUTO: TRÊS PONTAS REGISTRA A SÉTIMA MORTE POR COVID-19

Idoso de 88 anos tinha comorbidades. Ele é o primeiro homem que falece por conta do coronavírus em Três Pontas; Outros seis óbitos envolveram mulheres. A Prefeitura Municipal de Três Pontas divulgou em sua página oficial o Boletim Epidemiológico desta segunda-feira (21) trazendo não apenas o aumento no número de contaminados e de curados, mas, infelizmente, também mais uma morte. Com o óbito de hoje o total é de sete vítimas fatais do coronavírus na cidade. O idoso de 88 anos de idade estava internado no Hospital São Francisco de Assis e sofria de hipertensão arterial e doença no coração.

Prefeitura abre inscrições para concurso com salários de quase R$ 4 mil em Nazareno

As inscrições abrem nesta segunda-feira (21) e vão até o dia 20 de outubro. A Prefeitura de Nazareno (MG) está com inscrições abertas para um concurso municipal com 13 vagas para 12 cargos. Os níveis de escolaridade vão de ensino médio incompleto até ensino superior completo. Os salários são de pouco mais de R$1 mil até quase R$ 4 mil. As oportunidades são para cargos como agente de administração, auxiliar de obras e serviços urbanos, auxiliar de serviços gerais, controlador interno, engenheiro civil, médico plantonista, motorista, pedreiro, pintor/letreiro, operador de máquinas pesadas, terapeuta ocupacional e veterinário. As provas serão realizadas

HISTÓRIAS DE VIDA: “Sá Nenê” completa 100 anos e é Homenageada pelo Conexão Três Pontas

Uma lenda, uma mulher incrível, cuja vida é pautada no amor e na fé. Centenária é muito querida na cidade de Três Pontas. O quadro Histórias de Vida, criado pelo portal Conexão Três Pontas, tem o objetivo de homenagear, em vida, pessoas de todas as classes sociais, profissões, funções ou perfis, que tenham se destacado por trabalhos relevantes ou simples, por exemplos deixados ao longo dos anos, por um legado de amizades e respeito. E hoje estamos, merecidamente, homenageando, contando um pouco da história da querida “Sá Nenê” que está celebrando 100 ANOS DE VIDA! Maria Ramos de Jesus Moreira, conhecida como

SUA CONTA DE LUZ VEIO MUITO ALTA? SAIBA COMO CHECAR O SEU CONSUMO – Gabriel Ferreira

E entenda como reclamar do valor Com a pandemia, você teve que ficar em casa como forma de evitar de ser contaminado (a) e/ou contaminar outras pessoas. Sem poder ver seus familiares, amigos e o (a) crush, como você passou seu tempo? Trabalhando em home office, navegando pela internet vendo diversos memes e vídeos, assistindo filmes e séries, zerando muitos jogos com seu videogame, etc. E com certeza você fez tudo isso durante o dia e a noite, sem parar praticamente. Passado alguns meses, você recebeu a sua última conta de luz e para sua surpresa: “A minha conta veio muito

COMENTANDO… Cadê os Hospitais? – Roger Campos

O brasileiro é o povo mais “gambiarreiro” do planeta. Sempre tenta dar aquele tal “jeitinho” nas suas ações por economia de tempo ou de dinheiro, as famosas “economias porcas”. É assim em tudo! Em todos os cenários, todas as conjunturas.
 
Atualmente o que mais vemos diante da pandemia da China comunista é um “chororô” por parte dos governadores brasileiros diante da falta de leitos nos hospitais e a situação colapsando.
 
É um exemplo claro de como aqui deixam tudo pra última hora. Por que não fizeram antes? Quantos governadores passaram, por exemplo, nos últimos 50 anos, por São Paulo, Rio de Janeiro, Ceará e Amazonas? Quantos destes construíram hospitais? Passam o mandato inteiro entulhando assessores em seus governos, fazendo o mínimo do mínimo para o povo, criando obras faraônicas, verdadeiros elefantes brancos que os ajudam a se perpetuar no poder, ao invés de investirem em questões fundamentais como a Saúde e a Educação. Passam 48 meses conchavando, criando caso, enriquecendo, garantindo uma vida tranquila e abastada para os seus, por várias gerações. Enquanto isso, o povo segue morrendo nas filas, nos corredores, nas macas, sem atendimento, sem hospital, sem médico, sem Saúde, sem dignidade.
 
Mas agora, em tempos de pandemia, inflamam as gargantas berrantes afirmando que faltam vagas, que estão morrendo aos montes. Insisto, por que não fizeram antes? A resposta é que eles não estão preocupados com o Covid-19. Estão na verdade usando uma máscara (que não é a de proteção contra o Coronavírus) para esconder o sorriso amarelo, falso que evidenciaria os verdadeiros interesses: as próximas eleições.
 
Não fizeram nada ou quase nada até aqui e agora querem posar de “lutadores da vida da última semana”? “Estamos aqui, lutando pelas vidas de cada brasileiro, de cada cearense, cada paulista, cada carioca, cada amazonense…”. Conversa fiada, conversa pra “boi dormir”! Este sim é o verdadeiro “E daí?” pra Saúde e pra vida humana.
 
Além desses gestores estaduais, temos também que levantar um outro questionamento em nível federal:
 
Por que Deodoro da Fonseca não construiu mais hospitais?
Por que Floriano Peixoto não construiu mais hospitais?
Por que Prudente de Morais não construiu mais hospitais?
Mais a frente…
Por que Getúlio Vargas não construiu mais hospitais?
Por que Juscelino Kubitschek não construiu mais hospitais?
Por que João Goulart não construiu mais hospitais?
Mais a frente…
Por que José Sarney não construiu mais hospitais?
Por que Collor não construiu mais hospitais?
Por que Itamar Franco não construiu mais hospitais?
Por que Fernando Henrique Cardoso não construiu mais hospitais?
Por que Lula não construiu mais hospitais?
Por que Dilma não construiu mais hospitais?
Esperamos que Bolsonaro faça mais hospitais!
 
No nosso país, é mais legal, rende mais voto construir estádios de futebol do que hospitais. É mais vantajoso (para os políticos) construir mais presídios do que escolas.
 
Cadê os nossos hospitais senhores de colarinho branco, gravata, caneta na mão e foro privilegiado? Aliás, não só o foro é privilegiado, mas o tratamento que recebem quando precisam recorrer à Saúde. Claro que nem passam perto do SUS, vão direto ao Sírio Libanês, Hospital Israelita Albert Einstein, Hospital Moinhos de Vento, CopaDor, Hospital TotalCor, entre outros.
 
O Brasil segue sendo um país de pés descalços, de desdentados, de famintos e de desassistidos. Pobre não tem direito à Saúde, embora seja assegurado isto a todo brasileiro pela Constituição. O brasileiro de marca de sol nos braços e na nuca, da marmita debaixo do braço e de muitos sonhos e necessidades, muitas vezes nem água encanada tem. O trabalhador comum, aquele que luta, se desdobra e faz milagre para sustentar os seus com um salário mínimo apenas (verdadeiros heróis), não tem voz, não tem vez. Por isso a imprensa deve berrar aos quatro ventos: cadê os nossos hospitais?

Mas aí muitos emudecem, dão de ombros e sussurram: E daí? Não é nossa culpa!
 
Cadê, senhores estadistas, os nossos centros de saúde? Os nossos postos nos bairros periféricos? Os nossos médicos e enfermeiros? A valorização de cada um desses guerreiros? Em qual mala ou cueca vocês esconderam?
 
O Brasil tem cerca de 220 milhões de brasileiros. O número de hospitais, conjuntamente ao número de leitos hospitalares, são indicadores importantes para determinar os recursos de saúde disponíveis para a população e, consequentemente, a capacidade de atendimento em alta e média complexidades de um país ou de uma região. Segundo a Federação Brasileira de Hospitais e a Confederação Nacional de Saúde, os últimos números mostram que no país há muito menos hospitais públicos que o necessário, para atender a população, principalmente a mais carente, com qualidade e dignidade. O mesmo ocorre com leitos, principalmente de UTI.
 
Em janeiro de 2019, havia 4.267 hospitais privados no Brasil, a maioria localizada na região Sudeste (41,4%), especialmente em São Paulo e Minas Gerais. Do total de hospitais privados, a maior parte tem fins lucrativos (56,9%).
 
O que muito me assusta é que entre os anos de 2010 e 2019, apesar de terem sido abertos 1.567 hospitais privados no Brasil, houve o fechamento de um total de 2.127 hospitais privados. Isso representa um cancelamento de 92.645 os leitos privados.
 
Mas, E DAÍ? Eles não ligam pra isso de verdade! Toda ação, cada passo político, cada movimento é friamente calculado. Se cria o pânico na sociedade. E eles reinam! Se render votos, ok! Senão for vantajoso, vão enrolando, jogando pra frente.
 
O cenário é indecente e imoral. Hospitais de campanha, feitos nas coxas, com valores superfaturados e tudo com atraso, somente depois do leite derramado e dos corpos sepultados, com caixão lacrado, sem a menor dignidade, começaram a fazer o mínimo do mínimo. Agora berram os imorais: “Cadê os hospitais? Cadê os leitos? Estamos colapsando! Precisamos do Governo Federal…”. Toda reivindicação pró Saúde e pró Educação é sempre válida. Mas por que não construíram antes?
 
Cadê os nossos hospitais?

Curta a página do Conexão Três Pontas no facebook

www.facebook.com/conexaotrespontas

12729255_119502638436882_132470154276352212_n

Roger Campos

Jornalista

MTB 09816

#doadorsemfronteiras

Seja Doador de Médicos sem Fronteiras

0800 941 0808

OFERECIMENTO

Sobre o autor

Reply

shop giày nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcm