Outubro Rosa: Eu cuido da minha saúde todos os dias. E você?

O movimento internacional de conscientização para a detecção precoce do câncer de mama, Outubro Rosa, foi criado no início da década de 1990, quando o símbolo da prevenção ao câncer de mama — o laço cor-de-rosa — foi lançado pela Fundação Susan G. Komen for the Cure e distribuído aos participantes da primeira Corrida pela Cura, realizada em Nova York (EUA) e, desde então, promovida anualmente. O período é celebrado no Brasil e no exterior com o objetivo de compartilhar informações e promover a conscientização sobre o câncer de mama, a fim de contribuir para a redução da incidência e da

Dia do Professor: docentes contam como está sendo o preparo para o Enem

Em todo o país, milhões de estudantes se preparam para fazer o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2021 nos dias 21 e 28 de novembro. As datas são importantes não apenas para eles, mas para todos os professores que estão diariamente preparando aulas, corrigindo redações, tentando tornar o conteúdo mais interessante para que os alunos aprendam o máximo possível. Hoje (15), no Dia do Professor, a Agência Brasil conversou com alguns desses profissionais. Em Brasília, o professor de geografia e coordenador da Secretaria de Cursos do Colégio Sigma, Robson Lucas Caetano, junta todas as forças nessa reta final. “Está mais próximo

Clube da Casa Nova Era celebra 24 anos consolidada como uma das melhores lojas do segmento de todo Brasil

Uma empresa que a cada dia inova, se renova e que constrói Nova Era, sem perder suas bases familiares e que privilegia sempre a qualidade, o bom atendimento e o indispensável respeito a cada consumidor/amigo. Assim é o Clube da Casa Nova Era, há 24 anos fazendo história e construindo, em pilares sólidos, uma relação de profissionalismo e de amizade com Três Pontas e região. Localizada a menos de 700m da MG-167, facilitando assim o deslocamento, o escoamento e ainda representando mais economia, a loja matriz conta com 9.000m², oferecendo o mais completo mix de matérias de construção da região.

Histórias de Vida: Professora Tonha Mello é homenageada pelo Conexão Três Pontas

ELA DEIXOU UMA IMPORTANTE CONTRIBUIÇÃO PARA A HISTÓRIA DA NOSSA EDUCAÇÃO. O quadro Histórias de Vida, criado pelo portal Conexão Três Pontas, tem o objetivo de homenagear, em vida, pessoas de todas as classes sociais, profissões, funções ou perfis, que tenham se destacado por trabalhos relevantes ou simples, por exemplos deixados ao longo dos anos, por um legado de amizades e respeito. E hoje, Dia dos Professores, estamos merecidamente homenageando, recontando um pouco da história da querida e eterna Professora Tonha Mello. Maria Antonieta Mello Reis, popularmente chamada de Tonha Mello, nasceu em 12 de junho de 1943. É filha de

HISTÓRIAS DE VIDA: Professor João Victor Mendes é homenageado pelo Conexão Três Pontas

“O sonho da faculdade é real!” O EDUCADOR É UM DOS RESPONSÁVEIS PELA VINDA DO GRUPO UNIS PARA TRÊS PONTAS. O quadro Histórias de Vida, criado pelo portal Conexão Três Pontas, tem o objetivo de homenagear, em vida, pessoas de todas as classes sociais, profissões, funções ou perfis, que tenham se destacado por trabalhos relevantes ou simples, por exemplos deixados ao longo dos anos, por um legado de amizades e respeito. E hoje, estamos merecidamente homenageando, recontando um pouco da história do querido professor João Victor Mendes de Gomes e Mendonça. João Victor Mendes de Gomes e Mendonça nasceu em 30 de

NINGUÉM TEM O ARSENAL COMPLETO – Por Juarez Alvarenga

Na vida não existe conquista sem lutas. Nós, seres humanos, somos resultados de como defendemos nossos interesses. Para isto é necessário que tenhamos armas suficientes para nossas guerras diárias. Quando crianças, possuímos brinquedos representativos, e na maturidade, devido a seriedade em que a vida toma, aprendemos a manusear estes perigosos instrumentos, para nos proteger e depois atacar. A espontaneidade nascida da simplicidade, onde existe um campo de dádivas que não precisa de armas, pois há uma reciprocidade mágica e uma convivência saudável, o que vêm desaparecendo com a entrada deste novo milênio. O homem moderno só é domado pela racionalidade.

5 MOTIVOS PARA FAZER UM TESTAMENTO – Dr. Gabriel Ferreira

1. Liberdade Para beneficiar quem não receberia herança Ou seja, o artigo 1.829 do Código Civil, estipula a ordem familiar de pela qual deve acontecer a sucessão. Com o instrumento de testamento o autor pode dispor com quem deve ficar parte de seus bens, seja para um familiar (por exemplo, um sobrinho que não estaria na ordem de sucessão), ou um amigo ou ainda até mesmo para uma instituição. 2. Evitar brigas entre os herdeiros Se o testamento for elaborado conforme o que dispõe a lei, sem ultrapassar a legítima ou prejudicar nenhum sucessor, ele garantirá a segurança aos herdeiros

Fiéis celebram 304 anos do encontro da imagem de Nossa Senhora Aparecida

CONEXÃO RELEMBRA A HISTÓRIA DA IMAGEM VENERADA EM TODO PAÍS Era outubro de 1717, quando três pescadores – João Alves, Felipe Pedroso e Domingos Garcia – ficaram encarregados de conseguir peixe para a festa que a Vila de Santo Antônio de Guarantinguetá iria oferecer ao governante da capitania hereditária de São Paulo e Minas de Ouro, que estava de passagem pela região. O problema é que, naquela época, não era tempo de peixe naquele mês. Após várias tentativas puxando a rede no Rio Paraíba do Sul, um pedaço do corpo de uma imagem de Nossa Senhora Conceição apareceu para os pescadores.

COMENTANDO… Pra onde caminha a Humanidade?

Um fato triste, lamentável, me chamou a atenção na manhã de hoje; uma notícia de um artista de rua, um pai de família em busca do honesto sustento, atacado com “ovadas” desferidas não apenas por um covarde, mais por um símbolo da falta de amor ao próximo, de respeito e de empatia.   Um músico de rua, de 20 anos, foi atacado com ovadas quando tocava violoncelo em uma rua movimentada de Santos, no litoral de São Paulo. O artista viaja de cidade em cidade tocando nas ruas e em comércios para sustentar o filho pequeno. O instrumento, atingido pelos

BOA NOTÍCIA: Três Pontas não registra nenhuma morte por covid-19 há quase 1 mês

Último óbito por complicações decorrentes do coronavírus foi divulgado pela Secretaria de Saúde no boletim do dia 13 de setembro. A Prefeitura Municipal de Três Pontas divulgou em sua página oficial o Boletim Epidemiológico desta sexta-feira (08) trazendo o aumento no número de contaminados, bem como no número de curados. O total de óbitos não voltou a subir. Não houve o registro de nenhuma morte por covid-19 nos últimos 25 dias. Quase um mês sem nenhum novo óbito por complicações do coronavírus. A variante Delta, que já foi confirmada no Sul de Minas, ainda não chegou oficialmente em Três Pontas. Inegavelmente os números

Governo cria programa de resgate da fauna silvestre

Resgate+ tem ações de atendimento e assistência a animais silvestres Portaria do Ministério do Meio Ambiente instituiu o Programa Nacional de Resgate de Fauna Silvestre. O Resgate+ tem, entre suas finalidades, a adoção de medidas visando afugentamento, resgate, atendimento e assistência de animais silvestres em situação de risco e vulnerabilidade nos seis biomas do país. A portaria foi publicada no último dia 6 no Diário Oficial da União. O atendimento (primário e emergencial), citado pela Portaria nº455, deverá ser feito por médico veterinário. Ainda no âmbito das metas do Resgate+, figuram a redução da perda de biodiversidade da fauna em

Feriadão de 12 de Outubro será chuvoso em boa parte de Minas; veja previsão

Em Três Pontas Dia de Nossa Senhora Aparecida e Dia das Crianças será de chuva As famílias que planejaram um Dia das Crianças ao ar livre terão que repensar os planos. Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), o feriado prolongado será de chuva em boa parte do estado. Em Belo Horizonte, a chuva começou na sexta-feira (8/10) e só deve parar na terça-feira (12/10). A previsão para a capital mineira é de céu com muitas nuvens e chuva forte. A temperatura deve cair, com máxima de 17ºC e mínima de 13ºC na terça-feira. A máxima do feriado será sábado,

Fala Sério por Roger Campos – O POETA NÃO MORREU: Após 25 anos de sua morte, Cazuza segue vivo em festas, rádios e shows

Cantor e compositor carioca morreu em 7 de julho de 1990, vítima de complicações decorrentes da aids

O poeta não está mais vivo, mas sua poesia, sim. Há exatos 25 anos, uma das figuras mais populares e talentosas da música brasileira morria precocemente. Agenor de Miranda Araújo Neto, o Cazuza, faleceu em 7 de julho de 1990, vítima de complicações decorrentes da aids, mas sua música ainda é tocada em festas, shows e rádios.

26

A relevância de Cazuza ainda hoje pode ser quantificada em números: um quarto de século depois de morrer, ele ainda figura nas listas dos cem maiores arrecadadores do Escritório Central de Arrecadação e Distribuição (Ecad). Na contagem que calcula arrecadamento de direitos em música ao vivo, o carioca figura na 25ª posição. Para o comunicador do Grupo RBS Márcio Paz, a explicação pode estar no fato de que, em todo esse tempo, não houve alguém que preenchesse o vazio deixado com a morte do poeta. Acho que os fãs ficaram órfãos, porque não surgiu nenhum substituto.

A emoção acabou,

que coincidência é o amor,

a nossa música nunca mais tocou…

25 ANOS SEM CAZUZA – 25 MOTIVOS PARA CONINUARMOS REVERENCIANDO O POETA DO ROCK

Há exatos 25 anos, silenciava um dos artistas mais emblemáticos do rock brasileiro. Com língua presa e poesias cortantes, das letras românticas ao achincalhamento da burguesia, Cazuza cantou temas tabus e reclamou direitos aos marginalizados – ele próprio, apesar de filho de classe média, era bissexual e morreu de Aids, aos 32 anos. Expôs a própria vida. Exagerou. Cravou o nome na história da musicografia brasileira. Neste aniversário, lembramos 25 razões por que não esquecê-lo.

  1. CD de inéditas

Será lançado disco com letras de Cazuza, musicadas por Caetano Veloso, Gilberto Gil, Rogério Flausino, Baby do Brasil, Seu Jorge e Bebel Gilberto, amiga de infância dele. Ele deixou 65 letras inéditas.

  1. Exagerado

Em apenas nove anos de carreira artística, ele compôs 190 obras e 229 fonogramas, diz o Escritório Central de Arrecadação e Distribuição. Exagerado é a mais tocada (nos últimos cinco anos), seguida por Bete balanço e Malandragem.

  1. Instituição

Criada por Lucinha Araújo três meses após a morte do filho – e, portanto, às vésperas de completar 25 anos -, a Sociedade Viva Cazuza fornece medicamentos, exames e assistência a portadores de HIV. São atendidos 140 pacientes.

Eu quero a sorte de um amor tranquilo 
Com sabor de fruta mordida
Nós na batida, no embalo da rede
Matando a sede na saliva

  1. Exposição

Sediada no bairro Laranjeiras, a Viva Cazuza tem uma mostra permanente, com os discos de ouro recebidos por ele, instrumentos musicais e objetos pessoais, como uma máquina de escrever, presente da avó materna.

  1. Resgate

Só as mães são felizes (1997), de Lucinha Araújo em parceria com a jornalista Regina Echeverria, com mais de 100 mil exemplares vendidos e esgotado, será reeditado e ampliado neste ano.

  1. Livros

Entrevistei o Barão Vermelho e o grande parceiro de Cazuza, o vocalista Roberto Frejat, por duas vezes e nesta fiz um especial sobre o poeta maior do rock brasileiro.

A dupla fez Eu preciso dizer que te amo (Globo, esgotado), com letras e poesias, inclusive inéditas. O tempo não para: Viva Cazuza (Globo, R$ 39,90), da mãe, tem depoimentos de Ney Matogrosso, com quem ele namorou, Sandra de Sá e Frejat. Ambos devem ser relançados.

  1. Política

O teor político de algumas letras, como Ideologia e Burguesia, reforça a atualidade das composições. Brasil, com George Israel, do Kid Abelha e vencedora do Prêmio Sharp em 1988, foi eleito como um dos hinos dos protestos de junho de 2013.

  1. Romantismo

Poesias de amor rasgado são marcantes no cancioneiro do compositor carioca. Além da apaixonadíssima Exagerado, destacam-se Preciso dizer que te amo, Todo o amor que houver nessa vida e O nosso amor a gente inventa.

Amor da minha vida
Daqui até a eternidade
Nossos destinos
Foram traçados na maternidade

      09. Diálogo

Essencialmente roqueiro, dialogou com outros gêneros, como bossa nova (Faz parte do meu show é um exemplo), samba (era fã de Lupicínio Rodrigues e Cartola) e MPB (Caetano Veloso foi um dos primeiros a cantar Todo amor que houver nessa vida).

  1. Digitalização

Em fase de captação de recursos, um projeto orçado em R$ 660 mil deve viabilizar a catalogação, digitalização e o acondicionamento de mais de 10 mil itens. A previsão é que seja disponibilizado online no segundo semestre de 2016.

  1. Regravações

Codinome beija-for é campeã de versões, com 65. Depois, vêm Brasil (56), Pro dia nascer feliz (53), Exagerado (51), que ganhou recentemente um novo clipe, e Bete balanço (49). Para comparar: Garota de Ipanema, a recordista do país, tem 240 gravações.

  1. Vozes

Lobão também foi um grande amigo e parceiro musical.

Composições dele foram regravadas por centenas de artistas, como Gal Costa (Brasil), Cássia Eller (Malandragem), escrita para Ângela Ro Ro, que a deixou na gaveta por anos, e Adriana Calcanhotto (Mais feliz).

A tua piscina tá cheia de ratos
Tuas ideias não correspondem aos fatos
O tempo não pára

  1. Filme

Protagonizado por Daniel Oliveira e com direção de Sandra Werneck e Walter Carvalho, Cazuza: O tempo não para mostra a trajetória artística e os dramas pessoais.

  1. Musical

Visto por mais de 200 mil pessoas, Cazuza: Pro dia nascer feliz, com direção de João Fonseca e texto de Aloisio de Abreu, é protagonizado por Emílio Dantas. O roteiro mostra a vida dele, embalado pelas canções. No Recife, foi encenado em junho.

  1. Barão

Entrevista com o Barão Vermelho. Faz tempo!!!

Com Frejat, Guto Goffi, Maurício Barros e Dé, formou das bandas mais influentes da década de ouro do rock brasileiro, junto com Titãs, Paralamas e Legião Urbana. Maior abandonado e Bete balanço foram hits.

  1. Rock in Rio

“Que o dia nasça lindo pra todo mundo amanhã. Com um Brasil novo, com a rapaziada esperta”, disse Cazuza. Era 15 de janeiro, show do Barão Vermelho no primeiro Rock in Rio (virou CD e DVD).

Confundo as tuas coxas com as de outras moças
Te mostro toda a dor
Te faço um filho
Te dou outra vida pra te mostrar quem sou

  1. Libertário

“Tudo aquilo contra o que ele lutou está voltando”, acredita Lucinha Araújo, sobre a onda de preconceito e desigualdades – tão presentes no Brasil atual – que ele criticou em Blues da piedade, Brasil e Um trem para as estrelas.

  1. Discografia

Apesar da importância, os cinco discos lançados em vida – Exagerado (1985), Só se for a dois (1987), Ideologia (1988), que vendeu 2 milhões de cópias, O tempo não para (1988) e Burguesia (1989) – e os dois póstumos – Por aí (1991) e O poeta está vivo (2005) – estão esgotados.

  1. Tributo

A solução é se “contentar” com o tributo Agenor: Canções de Cazuza (Tratore, R$ 20), com participações de cantores da nova geração, como os pernambucanos Mombojó (na faixa Vem comigo) e Catarina Dee Jah (Largado no mundo).

Meus heróis
Morreram de overdose
Meus inimigos
Estão no poder
Ideologia!
Eu quero uma pra viver

  1. Igualdade

Ainda necessária, a discussão sobre respeito à comunidade LGBT foi tema de várias canções de Cazuza, bissexual assumido, desde Por que a gente é assim (1984), do Barão. Só as mães são felizes, Guerra civil a O tempo não para.

  1. Aids

Cazuza foi um dos primeiros artistas a assumir publicamente ter Aids, em 1989. “Ele pediu para o Brasil mostrar a cara, como ele não ia mostrar a dele?”, diz a mãe. Renato Russo, por exemplo, nunca assumiu.

  1. Trilhas

Composições dele estão nos filmes Bete balanço (1984), de Lael Rodrigues (nome da canção que titulou um compacto do Barão e foi incluída no LP Maior abandonado), e Um trem para as estrelas (1987), de Cacá Diegues. Ele atuou em ambos.

Brasil!
Mostra tua cara
Quero ver quem paga
Pra gente ficar assim
Brasil!
Qual é o teu negócio?
O nome do teu sócio?
Confia em mim

  1. Clipes

A MTV – e a popularização dos  videoclipes – chegou ao Brasil em 1990, ano em que morreu. Apesar disso, ele deixou como legado Ideologia, considerado um clássico, além de O tempo não para e Exagerado.

  1. Persistência

Doente, não esmoreceu. Gravou Burguesia na cadeira de rodas, assim como foi ao Prêmio Sharp, em abril de 1989. Na noite, Marília Pêra leu manifesto contra a capa da Veja (Uma vítima da Aids agoniza em praça pública), que o fez passar mal.

  1. Adeus, Pernambuco

Os desabafos e confusões eram constantes. No último show da carreira, no Centro de Convenções de Pernambuco, em 24 de janeiro de 1989, ele começou a falar em inglês sobre o sucesso no exterior, foi vaiado pela plateia e respondeu com insultos e palavrões. Foi tirado do palco e precisou receber oxigênio.

Vida louca vida
Vida breve
Já que eu não posso te levar
Quero que você me leve

Cazuza sempre estará vivo entre nós. Em 7 de julho de 1990 eu sentei na calçada e chorei copiosamente quando anunciada sua morte. Hoje, 25 anos depois, relembro desse cara que saudade e agradecimento por toda a incomparável obra deixada. E sempre o homenagearei, porque, como ele mesmo dizia, o tempo não pára…

Sobre o autor

Reply

shop giày nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcm